Exercício da Semana

Os 10 Mandamentos do Serial Killer

Trabalhando a Subversão e as Referências

Informações

  • Material: papel, caneta ou computador
  • Pode ser só em texto, mas se quiser desenhar, fica mais legal. Até porque você pode fazer intervenções como fizemos na foto acima
  • Busque referências sobre os temas sugeridos
  • Tempo: 30 minutos
  • Após terminar, leia o que você aprendeu com ele
  • Poste suas ideias nos comentários

Quando Moisés desceu do Monte Sinai com as Tábuas da Lei, estava tentando trazer para aquele bando de selvagens um pouco de civilidade. Não haviam instituições fortes, capazes de se fazer respeitar. Era preciso um componente divino e intangível, que causasse mais medo que respeito. Uma espécie de Constituição que tentava mitigar os principais problemas da época. Uma estratégia eficiente para organizar um grupo social sob um mesmo conjunto de regras.

 

|  Seu desafio  |

Crie 10 Mandamentos para cada um dos seguintes grupos:

Serial KIllers

Políticos corruptos

Ateus

DICA: Faça uma pequena pesquisa sobre cada um dos grupos para colher o máximo de referências e aumentar suas chances de encontrar melhores ideias.

O que você aprendeu com este exercício

Independentemente do que você criou, ficou interessante. Certeza. Mostre para as pessoas e veja a reação delas. Não importa, do ponto de vista didático, se é bom ou ruim. Ser interessante é o que se espera de uma ideia. E quando você utiliza um padrão muito sólido, no caso as Tábuas da Lei, e propõe uma visão diferente, subversiva, a tendência é que as pessoas sejam impactadas com o resultado: principalmente por reconhecer a mudança que ocorreu em um elemento tão presente em seu repertório mental.

Não se cria sem referências. Por mais que conheçamos uma assunto, precisamos ajudar nosso cérebro a relembrar ou a conhecer detalhes do assunto que estamos trabalhando. Você sabe o que é um serial killer, mas ao pesquisar e buscar informações sobre ele, você vai entrar em contato com detalhes que poderiam passar desapercebidos em seu emaranhado de pensamentos. Isso é o que chamamos de INDUTORES, alguma informação que revela para nosso cérebro um caminho interessante e potencialmente criativo para seguir.

Não se esqueça de postar suas ideias aqui nos comentários.

 

Mostre Mais

Amaral, o amoral

Entidade que habita nosso cérebro com a capacidade de pensar em qualquer coisa, sem julgamento. Um ser amoral, separado de nossa consciência, nossas crenças e visão de mundo. Graças ao Amaral, conseguimos criar sem a preocupação de estarmos indo contra a nossa própria lógica, ignorando tranquilamente os conceitos de "certo" e "errado".

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 9 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Fechar

Bloqueador de Anúncios Detectado

Considere dar uma força pra gente desabilitando seu bloqueador de anúncios