Ensinamentos de São Magaiver

Você não pode ser você quando está criando

É preciso encontrar alguém para ficar responsável por pensamentos "condenáveis"

Um dos comportamentos naturais do ser humano que dificultam o processo criativo é a sensação de que tudo aquilo que expressamos, pela escrita, pelo desenho, pelo gestual, pela fala, etc, sejam uma espécie de representação de nossas crenças pessoais.

A grande dificuldade dos leigos em criatividade é desconectar a expressão de suas opiniões. Dá a sensação de que temos uma espécie de contrato com a gente mesmo que nos obriga a expressarmos apenas o que para nós seja a “verdade”.

Entretanto, a mente criativa tem de necessariamente separar uma coisa da outra: o que eu penso, do que eu sou capaz de exprimir. É exercitar o livre-pensar, a capacidade de não julgar, de não se limitar ao nosso próprio repertório. É ser capaz de se colocar no lugar de alguém que acredite em coisas que julguemos terríveis, ter pensamentos que neguem nossa visão de mundo, e que, no fundo, coloquem em xeque nosso sistema de crenças. Temos medo de pensar diferente pois corremos o risco de mudar de opinião, tendo de desconstruir partes dos padrões que nos deixam tão confortáveis.

Crie seu Amaral pessoal

Em resumo, é preciso criar seu “Amaral”, entidade que habita nosso cérebro com a capacidade de pensar em qualquer coisa, sem julgamento. Um ser amoral, separado de nossa consciência, nossas crenças e visão de mundo. Graças ao Amaral, conseguimos criar sem a preocupação de estarmos indo contra a nosso própria lógica. O Amaral é o maior adversário do Pedrão.

Então, quando for criar, incorpore seu Amaral, esqueça quem você é e no que acredita. Não julgue, não tente ser certinho, civilizado ou politicamente correto. Pense o que quiser sem freios e sem limites. Se começar a incomodar, basta pensar: “não sou eu quem está pensando isso. É o Amaral”.

Parece brincadeira mas não é

Do ponto de vista psicológico, esta transferência de persona reduz um pouco o medo de sermos julgados, mesmo sabendo que se trata apenas de uma metáfora. No fundo, é um truque para enganar nosso cérebro e nos permitir pensar sem julgamentos com mais facilidade. Em tese, toda técnica de desbloqueio criativo é uma maneira de enganar nosso cérebro.

Ao incorporar e utilizar o Amaral dentro de você, a liberdade de pensamento fará com que você produza um leque muito maior de opções criativas. Mas e se mesmo assim, os pensamentos mexerem com o que você acredita, não é bom também para refletir?

Exercício da Semana
Todas as semanas publicamos um exercício novo. Não deixe de fazê-los. Repita algumas vezes. Se achar que precisa de mais, procure mais exercícios na internet. Crie uma rotina e não falhe. Posso garantir que sua capacidade criativa vai crescer conforme sua experiência. Boa sorte.

 

Mostre Mais

São Magaiver

Santo protetor da Criatividade e da capacidade de nos adaptarmos à novas situações de maneiras inusitadas. Ele é o mestre das soluções de problemas, um verdadeiro modelo de comportamento no que diz respeito à utilização do que se tem a mão para resolver problemas dos mais diferentes tipos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Fechar
Fechar

Bloqueador de Anúncios Detectado

Considere dar uma força pra gente desabilitando seu bloqueador de anúncios