Almanaque Criativo

Carta de John Lennon a músico chega 34 anos depois

Não, não foi um problema nos correios. Alguém roubou a carta e vendeu a um colecionador



Steve Tilston, um cantor de folk britânico, tinha apenas 21 anos em 1971 quando deu uma entrevista a uma revista chamada ZigZag. Nela, Tilston se mostrou preocupado, supondo que eventuais riqueza e sucesso poderiam arruinar sua capacidade de compor músicas de qualidade. Não se tratava de um devaneio de um moleque pretensioso, já que, segundo a própria revista, ele era uma jovem promessa com grandes possibilidades de decolar na carreira musical.

Não, não é o Roger do Ultraje a Rigor. É o Steve Tilston

Acontece que o beatle John Lennon leu a entrevista e resolveu escrever uma carta ao garoto, tentando dissuadi-lo de seu pessimismo em relação ao seu futuro.

Na carta, escrita apenas alguns meses depois de os Beatles se separarem em 1970, Lennon assegurou que se tornar rico não mudaria a maneira como ele sentia por dentro. Para mostrar que realmente se importava com o jovem músico, chegou a deixar seu telefone para que eles pudessem conversar sobre o assunto.

Como não tinha o endereço do músico, Lennon resolveu enviar a carta para o escritório da revista, aos cuidados de Tilston e do repórter que o entrevistou, Richard Howell. Mas, por alguma razão, a missiva não chegou ao seu destino final. Provavelmente foi roubada por algum oportunista.

O tempo passou e 34 anos depois, em 2005, Tilston tomou conhecimento da carta quando um colecionador estadunidense o procurou para averiguar sua autenticidade. Hoje, aquele pedaço de papel está estimado em 7.000 libras (37.000 reais).

Em um relatório do jornal britânico The Telegraph, Yoko confirmou que se lembrava de Lennon escrevendo a carta e que ele “não queria parecer fútil, então fez uma letra estranhamente áspera e artística. É bom revê-la após todos esses anos. Eu adorei isso.”

“Me senti um pouco irritado ao pensar que alguém havia vendido a carta em vez de passá-la para mim, mas você tem que deixar essas coisas pra lá”, conformou-se Tilston. Certamente, sua vida seria outra se a conversa de fato tivesse acontecido. De qualquer maneira, não demonstrou frustração já que conseguiu construir uma carreira de relativo sucesso, tendo gravado mais de vinte álbuns em 40 anos. Ele ganhou vários prêmios, incluindo o BBC Folk Award de 2012 como Melhor Canção do Ano. E não ficou rico, portanto não conseguiu descobrir se sua profecia de 34 anos antes se realizaria ou não.

Em 2015, um filme inspirado nesta história insólita foi produzido com o título de Danny Collins, com Al Pacino no papel de um músico de sucesso que ganhou uma carta de Lennon de presente de seu empresário. Você pode assisti-lo na Netflix.

A bendita carta

Caro Steve Tilston + Richard Howell

Ser rico não muda sua experiência da maneira como você pensa. A única diferença, basicamente, é que você não precisa se preocupar com dinheiro – comida – telhado – etc, mas todas as outras experiências – emoções – relacionamentos – são as mesmas de qualquer um. Eu sei, eu fui rico e pobre assim como Yoko (rica – pobre – rica), então pense nisso.

Amor,  John + Yoko

 

 

Mostre Mais

Coord. Pedagógica

Equipe multidisciplinar composta por filósofos, psicólogos, sociólogos, antropólogos, semiólogos, zoólogos, paleontólogos, teólogos, epistemólogos, tarólogos, bacteriólogos, monólogos, ufólogos, podólogos e egiptólogos, responsáveis por definir os caminhos pedagógicos da Escola Nômade para Mentes Criativas,

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja Também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Fechar
Fechar

Bloqueador de Anúncios Detectado

Considere dar uma força pra gente desabilitando seu bloqueador de anúncios