A História das Coisas

A história do xocolatl, mais conhecido como chocolate

Uma bebida amarga criada por índios que virou um alimento obrigatório na sociedade moderna



O chocolate e sua origem nas culturas pré-colombianas

Não está claro exatamente quando o cacau foi descoberto ou quem inventou o chocolate. Acredita-se que culturas pré-colombianas, como os olmecas, foram os primeiros a utilizar o cacau para criar uma bebida cerimonial. Antigos vasos e cerâmicas, datados de cerca de 1500 a.C., foram encontrados com vestígios de teobromina, um composto estimulante encontrado no chocolate e no chá.

No entanto, uma vez que eles não mantinham nenhuma história escrita, as opiniões divergem sobre se eles usaram grãos de cacau em suas misturas ou apenas a polpa de sua vagem.

Civilização maia, o berço do chocolate

Os olmecas, sem dúvida, passaram seu conhecimento sobre o cacau para os maias da América Central, que não só consumiam chocolate como também o reverenciavam. A história escrita maia menciona bebidas de chocolate sendo usadas em celebrações e cerimônias religiosas.

Pintura demonstrando um ritual utilizando Xocolatl

Água Amarga

O chocolate maia era muito diferente daquele que conhecemos hoje. Era um líquido feito de vagens de cacau trituradas, pimenta e água (Não havia açúcar na América Central). Daí o termo “chocolate” vir da palavra maia “xocolatl”, que significa “água amarga”.

Receita de XOCOLATL estilo Maia

  1. Retire as vagens das cascas de cacau.
  2. Deixe fermentar e secar.
  3. Asse-as em uma frigideira até terminar.
  4. Retire as cascas e triture as vagens até formar uma pasta fina.
  5. Misture a pasta com água, pimenta e fubá.
  6. Despeje a mistura resultante de um pote para o outro até que se forme uma espuma.
  7. Sirva em copos de barro finamente decorados.

Alimento dos deuses

O nome latino para o cacaueiro, Theobroma cacao, significa “alimento dos deuses”, o que explica o fato de imagens pintadas nas paredes de templos maias mostrarem reis e deuses bebendo chocolate. Apesar de toda esta reverência, todos os maias podiam consumi-lo, independentemente do seu status social.

Asteca preparando o chocolate

Chocolate vale ouro

Quando os astecas conquistaram os maias, passaram a cobrar impostos na forma de cacau. Assim, o cacau rapidamente se tornou uma moeda muitas vezes comparada ao ouro. Era utilizado para comprar comida, roupas, presentes, ofertas para seus deuses e até pagar impostos. Ter um bolso cheio de vagens de cacau era como ter uma carteira cheia de dinheiro.

Taxa de câmbio de cacau

  • 4 vagens = 1 abóbora
  • 10 vagens = 1 coelho
  • 10 vagens = dama para pernoitar

Montezuma, o rei do chocolate

Dizem que Montezuma, o rei asteca, bebia 50 xícaras de cacau por dia e mais uma quando ia se encontrar com uma amante. Por causa de seus efeitos estimulantes, as mulheres astecas foram proibidas de beber.

Vaso maia de preparação de chocolate

Ao contrário dos maias, beber cacau era um luxo que poucos astecas podiam pagar. Os astecas acreditavam que a sabedoria e o poder vinham da ingestão do fruto do cacaueiro. A bebida era tão preciosa que era servida em taças de ouro que eram jogadas fora depois de usadas apenas uma vez.

Chocolate adoçado não apareceu até os europeus descobrirem as Américas e provar a culinária nativa. Diz a lenda que o rei asteca Montezuma ingenuamente, confundiu o invasor espanhol Hernando Cortes, com uma divindade encarnada, por isso deu-lhe as boas-vindas com um banquete que incluía chocolate.  A bebida, entretanto, não combinava com o paladar dos estrangeiros, tanto que um espanhol a descreveu em seus escritos como “uma bebida amarga para porcos”. Porém, quando misturado com mel ou cana-de-açúcar, rapidamente se tornou popular em toda a Espanha.

O resto é história

No século XVII, o chocolate era a bebida da moda em toda a Europa. Acreditava-se que possuia propriedades nutritivas, medicinais e até mesmo afrodisíacas . Mas permaneceu em grande parte um privilégio dos ricos até que a invenção da máquina a vapor tornou possível a produção em massa no final do século XVIII.

Em 1828, um químico holandês encontrou uma maneira de fazer chocolate em pó removendo cerca de metade da gordura natural (manteiga de cacau) do licor de chocolate, pulverizando o que restava e tratando a mistura com sais alcalinos para reduzir o sabor amargo. Seu produto ficou conhecido como “cacau holandês” e logo levou à criação de chocolate sólido.

A criação da primeira barra de chocolate moderna é creditada a Joseph Fry, que em 1847 descobriu que podia fazer uma pasta de chocolate moldável adicionando manteiga de cacau derretida ao cacau holandês.

Em 1868, uma pequena empresa chamada Cadbury comercializava caixas de bombons de chocolate na Inglaterra. Chocolate de leite chegou ao mercado alguns anos depois, foi pioneira em outro nome que todos conhecemos: Nestlé.

Nos Estados Unidos, o chocolate foi tão valorizado durante a Guerra da Secessão que foi incluído nas rações de soldados e usado em troca de salários. Hoje, a fabricação de chocolate é uma indústria de mais de 4 bilhões de dólares nos Estados Unidos, e o americano médio consome pelo menos meio quilo do material por mês.

História curta (ING)

História longa (ING)

Fonte
History ChannelGodivaSmithsonian Magazine
Mostre Mais

Lena Feil

Gaúcha de nascimento e cidadã do mundo por opção, é formada em Desenho Industrial e Psicologia, é feminista e pensadora em período integral. Usa o cérebro para entender o cérebro. Estudiosa do comportamento e da criatividade, entusiasta da vida, viciada em novidades, em filosofia, no ser humano e em coisa mundanas também. É absolutamente fascinada por crianças, adora café, ama viajar, é geralmente divertida, e – às vezes – esnobe. Hoje, atua com Coolhunter da Escola Nômade para Mentes Criativas, sempre em busca do que existe de mais subversivo, inteligente e relevante em todas as partes do mundo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Fechar
Fechar

Bloqueador de Anúncios Detectado

Considere dar uma força pra gente desabilitando seu bloqueador de anúncios