Almanaque CriativoO que podemos aprender

O 1° jato comercial do mundo e suas malditas janelas

DeHavilland Comet: um projeto revolucionário e seus duros aprendizados

Já parou para pensar por que todas as janelas dos aviões têm cantos redondos? Bem, a razão é simples, mas custaram muitas vidas para se chegar a ela.

O DeHavilland Comet foi o primeiro jato comercial do mundo, entrando em serviço em 1952. Era um modelo revolucionário que ajudou a indicar o caminho para as gerações seguintes, em engenharia e design.

A janela quadrada e seu estrago

Fabricado em Hertfordshire, Inglaterra, o Comet transportou 30.000 passageiros em seu primeiro ano, incluindo a rainha Elizabeth. Seus motores lhe deram grandes vantagens competitivas diante da concorrência, aumentando a velocidade em até 50% e evitando o mau tempo.

Do céu ao inferno

A cabine era pressurizada internamente e vários elementos de design foram pioneiros na época, como asas invertidas, tanques de combustível de asas integradas e um trem de pouso de quatro rodas. Infelizmente, o DeHavilland Comet também influenciou o design de aeronaves modernas por, pelo menos, uma falha catastrófica.

Dois anos depois de entrar em serviço, duas aeronaves da frota do Comet se desmancharam no ar durante a subida até a altitude de cruzeiro, com uma perda total das aeronaves e a morte de 56 passageiros.

A culpa foi das janelas

Uma série de investigações sobre os acidentes destacou a fadiga do metal como uma das principais razões da quebra da fuselagem, causadas por tensões nos cantos das janelas quadradas. Os ângulos retos provocavam uma pressão duas a três vezes maior do que em qualquer outro lugar da cabine.

A DeHavilland modificou o projeto de suas aeronaves posteriores, introduzindo as janelas ovais que aliviam o estresse da estrutura. A empresa também aumentou a espessura das paredes da fuselagem do Comet. Porém, a popularidade do modelo nunca se recuperou.

DeHavilland fechou suas portas em 1964. O último vôo oficial de um Comet, uma variação do modelo original, se deu em 1997. O único Comet 1 restante completo está em exibição no Museu RAF Cosford.

O que você pode aprender

  • Iniciativas pioneiras sempre correrão riscos imensos. Não dá para se prever tudo. Por mais testes que sejam feitos, as inúmeras variáveis e o imponderável serão sempre uma ameaça. No caso do Comet, forma necessários 2 anos até que o problema aparecesse.
  • Por mais sucesso que faça num primeiro momento, uma ideia precisa estar sempre em evolução.
  • Uma das mais importantes maneiras de aprender é por tentativa e erro. Às vezes muitas vidas são perdidas neste caminho, mas a humanidade agradece seu sacrifício.
  • Como o papel aceita tudo, tem coisas que aprendemos apenas quando são colocadas em prática.
  • Um erro, por mais grave que seja, não pode invalidar todos os acertos relacionados àquela mesma ideia.
.

 

Fonte
Aerospace Engineering
Mostre Mais

Coordenadoria Pedagógica

Equipe multidisciplinar composta por filósofos, psicólogos, sociólogos, antropólogos, semiólogos, zoólogos, paleontólogos, teólogos, epistemólogos, tarólogos, bacteriólogos, monólogos, ufólogos, podólogos e egiptólogos, responsáveis por definir os caminhos pedagógicos da Escola Nômade para Mentes Criativas,

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − oito =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Fechar

Bloqueador de Anúncios Detectado

Considere dar uma força pra gente desabilitando seu bloqueador de anúncios