Podcast | Rádio Cachola

Nanda defende Karol Conká e chama Henrique de machista

O cancelamento rolou solto no Rádio Cachola

🤬 Ouça o podcast completo acima ou assista o vídeo completo aqui



🤩 Não está fácil ser celebridade nos dias de hoje. O fenômeno do cancelamento pode destruir em um simples tweet o que se demorou anos para construir. O prestígio de uma pessoa pública, independentemente da qualidade longevidade de seu trabalho, pode derreter rapidamente se seus seguidores acreditarem que ela não é uma boa pessoa, o que quer que isso signifique. Antes das redes sociais, a verdadeira face das celebridades era cuidadosamente protegida por profissionais de relações públicas e jornalistas amigos.

🌠Para o bem e para o mal, essa proteção não existe mais. E cedo ou tarde a verdade acaba prevalecendo. Não que a liberdade de comportamento e pensamento comprometam apenas pelo lado escuro dos famosos. Muitas vezes, uma opinião ponderada e realista, ou um gesto nobre e humanitário, também são suficientes para levar alguém para a forca digital. Não há escapatória. Qualquer coisa que se diga ou faça é capaz de despertar o monstro do cancelamento.

👍 Millôr Fernandes já dizia: “Como são admiráveis as pessoas que não conhecemos”. Há muito que se diz que não é saudável conhecer seus ídolos. Que a decepção será quase garantida, afinal são seres humanos como todos nós. Até prova em contrário, os canceladores também o são. Então quem lhes dá autoridade e moral para participar deste tribunal? O Zuckerberg, dirão alguns. Na verdade, se formos conhecer a fundo todas as pessoas que admiramos, provavelmente ficaremos órfãos de ídolos. A reflexão importante nesse momento é : Não seria uma coisa boa? Precisamos mesmo de ídolos?

🎙️ RÁDIO CACHOLA – SÓ O QUE INTERESSA Rádio Cachola é o podcast/videocast da Escola Nômade para Mentes Criativas sobre criatividade, comportamento e cultura. Com Fernanda Feil é uma economista heterodoxa, Cícero Gomes Jr é educador e nerd, Maurício Machado é um empresário da comunicação e Henrique Szklo é um pensador da criatividade e apresentador do podcast. Sem contar a Lena Feil, psicóloga e designer industrial, responsável pela direção e produção.

🎶 Trilhas da abertura:
Arabik by Hiroshima
Anchors Aweigh – Band Only (alternate) – The U.S. Marine Corps Band

🎬 Imagens da abertura:
Cottombro: Vai lá!

🎼 Trilha das vinhetas:
Exotica by Juanitos Vai lá!

📲 Entre para nosso grupo no Telegram, o TRANSFORMERS. Lá você tem um contato direto com a gente. Fica por dentro de todo o nosso conteúdo além de promoções especiais. Vai lá!

🍎 Conheça o AULAÇO DE CRIATIVIDADE com Henrique Szklo Vai lá!

📕 Compre o livro VOCÊ É CRIATIVO, SIM SENHOR!, de Henrique Szklo: Vai lá!

💡 Inscreva-se no canal da ESCOLA NÔMADE PARA MENTES CRIATIVAS : Vai lá!

👣 SEGUE A GENTE:
Escola Nômade para Mentes Criativas
Linkedin: Vai lá!
Facebook: Vai lá!
Instagram: Vai lá!

Cacholeiros
Fernanda Feil: Vai lá!
Cícero Gomes Jr: Vai lá!
Maurício Machado: Vai lá!
Henrique Szklo: Vai lá!
Lena Feil: Vai lá!

close

Assine nossa Newsletter

Política de Privacidade

GOSTOU? ENTÃO APROVEITA E ASSINA NOSSA NEWSLETTER

Assim você fica por dentro de tudo o que acontece em nossa escola

Política de Privacidade

Mostre Mais

Lena Feil

Gaúcha de nascimento e cidadã do mundo por opção, é formada em Desenho Industrial e Psicologia, é feminista e pensadora em período integral. Usa o cérebro para entender o cérebro. Estudiosa do comportamento e da criatividade, entusiasta da vida, viciada em novidades, em filosofia, no ser humano e em coisa mundanas também. É absolutamente fascinada por crianças, adora café, ama viajar, é geralmente divertida, e – às vezes – esnobe. Hoje, atua com Coolhunter da Escola Nômade para Mentes Criativas, sempre em busca do que existe de mais subversivo, inteligente e relevante em todas as partes do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo