Ciência da CriatividadeIdeaListas

10 coisas que pessoas muito criativas fazem segundo a ciência

Livro discorre sobre a possibilidade de uma coisa tão subjetiva como criatividade fazer sentido

O livro Wired to Create: Unraveling the Mysteries of the Creative Mind (Conectado para Criar: Desvendando os Mistérios da Mente Criativa, numa tradução livre), baseado na pesquisa inovadora do psicólogo Scott Barry Kaufman e num popular artigo de Carolyn Gregoire no Huffington Post, oferece um vislumbre das “mentes bagunçadas” de pessoas reconhecidas como muito criativas.

Revelando as últimas descobertas em neurociência e psicologia, juntamente com exemplos envolventes de artistas e inovadores ao longo da história, o livro lança uma luz sobre as práticas e os hábitos da mente que promovem o pensamento criativo.

Os autores se debruçam sobre vários paradoxos – atenção total X devaneios, seriedade X brincadeira, abertura X sensibilidade, solidão X colaboração – para mostrar que é abraçando nossas próprias contradições que seremos capazes de explorar toda nossa criatividade.

Com insights do trabalho e da vida de Pablo Picasso, Frida Kahlo, Marcel Proust, David Foster Wallace, Thomas Edison, Josephine Baker, John Lennon, Michael Jackson, o músico Thom Yorke, o campeão de xadrez Josh Waitzkin, designer de videogames Shigeru Miyamoto e muitos outros grandes criativos.

Abaixo, o resultado da pesquisa e frases escolhidas pelos autores para resumir cada atitude.

1 – Jogar com a imaginação

“Você vê uma criança brincando… e está tão perto de ver a pintura de um artista, pois quando uma criança brinca se expressa sem dizer uma palavra. Você pode observar como ela resolve seus problemas. Você também pode ver o que está errado. As crianças pequenas, em especial, têm uma enorme criatividade, e o que quer que esteja dentro delas emerge quando estão brincando.”
Erik Erikson

2 – Ser apaixonado pelo que faz

“Uma das mais poderosas fontes de energia criativa, grandes realizações e auto-satisfação é estar apaixonado por alguma coisa – seus sonhos, sua imagem do futuro.”
E. Paul Torrance

3 – Sonhar acordado

“Suas visões só se tornarão claras quando você puder olhar para o seu próprio coração. Quem olha para fora, sonha; quem olha para dentro, acorda.”
Carl Jung

4 – Valorizar a solidão

“É fácil viver no mundo depois de conhecida a opinião do mundo; é fácil  viver na solidão depois de conhecê-la; mas o grande homem é aquele que no meio da multidão conserva com perfeita doçura a independência da solidão.”
Ralph Waldo Emerson

5 – Sintonizar com a intuição

“A mente intuitiva é um dom sagrado e a mente racional é um servo fiel. Criamos uma sociedade que honra o servo mas que esqueceu o dom.”
Albert Einstein

6 – Estar aberto à novas experiências

“Ao substituir o medo do desconhecido pela curiosidade, nos abrimos para um fluxo infinito de possibilidades. Podemos deixar o medo dominar nossas vidas ou podemos nos tornar crianças curiosas, forçando nossos limites, saltando para fora de nossa zona de conforto e aceitando o que a vida nos propõe.”
Alan Watts

7 – Praticar atenção total

“A melhor maneira de capturar momentos é prestando atenção. É assim que cultivamos o mindfulness. Mindfulness significa estar acordado. Significa saber o que está fazendo.”
Jon Kabat-Zinn

8 – Aflorar a sensibilidade

“A mente verdadeiramente criativa em qualquer campo não é mais do que isso: uma criatura humana nascida de forma anormal, humanamente sensível. Para ela… um toque é um golpe, um som é um ruído, um infortúnio é uma tragédia, uma alegria é um êxtase, um amigo é um amante, um amante é um deus e o fracasso é a morte. Acrescente a esse organismo cruelmente delicado a necessidade avassaladora de criar, criar e criar – de modo que, sem a criação de música ou poesia, livros, prédios ou algo de significativo, sua própria respiração parecerá ser interrompida. Ele deve criar, deve derramar a criação. Por alguma urgência estranha, desconhecida e interior, ele não está realmente vivo, a menos que esteja criando.”
Pearl S. Buck

9 – Enxergar vantagens nas adversidades

“Um artista deve nutrir-se de suas paixões e desesperos”.
Francis Bacon

10 – Pensar diferente

“Aqui estão os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os encrenqueiros. Os pinos redondos nos orifícios quadrados. Aqueles que vêem as coisas de maneira diferente Eles não seguem as regras nem têm respeito pelo status quo. Você pode usá-los como exemplo, discordar deles, glorificá-los ou vilanizá-los. Mas a única coisa que você não pode fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Eles empurram a raça humana para frente. E enquanto alguns os vêem como loucos, nós vemos gênios. Porque as pessoas que são loucas o suficiente para achar que podem mudar o mundo, são aqueles que o fazem.”
Anúncio da Apple, 1997

Mostre Mais

Coordenadoria Pedagógica

Equipe multidisciplinar composta por filósofos, psicólogos, sociólogos, antropólogos, semiólogos, zoólogos, paleontólogos, teólogos, epistemólogos, tarólogos, bacteriólogos, monólogos, ufólogos, podólogos e egiptólogos, responsáveis por definir os caminhos pedagógicos da Escola Nômade para Mentes Criativas,

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 14 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Fechar

Bloqueador de Anúncios Detectado

Considere dar uma força pra gente desabilitando seu bloqueador de anúncios