Criativerso

“Respeita as ideia”, com Henrique Szklo

A relação tumultuada entre criativos e aqueles clientes que ultrapassam os limites do respeito profissional

Mais um CRIATIVERSO com Henrique Szklo, desta vez falando da relação tumultuada entre criativos e aqueles clientes que ultrapassam os limites do respeito profissional.

Todo criativo profissional
Padece sempre do mesmo mal
Aquele tipo de cliente bacana
Que mexe em tudo a toda hora
A gente só pensa em dar o fora
Mas aí se lembra: e a grana?

Cliente assim é que nem criança
Se você contrariar, você dança
O poder sobe na cabeça do bicho
O cara acha que é um visionário
Mas na verdade, ele é só um otário
Jogando seu dinheiro no lixo

Se o trabalho não tá legal
Chama outro profissional
Fazer de bobo o sujeito
Só pra brincar de criativo
Não é só improdutivo
É uma falta de respeito

Se você quer fazer todo o trabalho
Então não contrata ninguém, caralho!
Eu quero fazer você refletir
Então à lógica eu recorro
Pra que vai comprar um cachorro
Se é você mesmo que quer latir?

Trilha de fundo : “A Baroque Letter”, de Aaron Kenny

Mostre Mais

Lena Feil

Gaúcha de nascimento e cidadã do mundo por opção, é formada em Desenho Industrial e Psicologia, é feminista e pensadora em período integral. Usa o cérebro para entender o cérebro. Estudiosa do comportamento e da criatividade, entusiasta da vida, viciada em novidades, em filosofia, no ser humano e em coisa mundanas também. É absolutamente fascinada por crianças, adora café, ama viajar, é geralmente divertida, e – às vezes – esnobe. Hoje, atua com Coolhunter da Escola Nômade para Mentes Criativas, sempre em busca do que existe de mais subversivo, inteligente e relevante em todas as partes do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo