IdeaListasItáliaMentes Criativas

8½ coisas que provavelmente você não sabia sobre Fellini

A doce vida de uma mente criativa

Federico Fellini nasceu em 20 de janeiro de 1920, em Rimini, um porto e resort adriático no norte e centro da Itália. Teve uma educação provincial, religiosa e de classe média. Seu pai, Urbano, era um vendedor próspero de café cujas frequentes viagens deixaram sua esposa, Ida, como responsável pela educação de Federico, seu irmão Riccardo e sua irmã Maddalena.

O Maestro, como era chamado, venceu a Palma de Ouro com La Doce Vita, foi indicado ao Oscar por 12 vezes e recebeu 4 estatuetas de Melhor Filme Estrangeiro. Em 1993 recebeu o Oscar Honorário pelo conjunto da obra.

Faleceu em 31 de outubro de de 1993, aos 73 anos, em Roma.

Seus filmes mais conhecidos são Os boas-vidas, 8½, La Doce Vita, A estrada da vida, A trapaça, Noites de Cabiria, Julieta dos espíritos, Satyricon, Amarcord, Casanova de Fellini, Ensaio de Orquestra e Cidade das mulheres.

Veja agora as 8½ curiosidades sobre o trabalho e a vida desta extraordinária mente criativa:

1) Fugiu de casa com 7 ou 8 anos para se juntar a um circo.

2) Estudou em escola religiosas onde fazia caricaturas dos frades, que constantemente o puniam por quebrar as regras.

“Quando eu começo um filme, sempre tenho um script, mas mudo todos os dias. Coloco o que me ocorre naquele dia, na minha imaginação. Você começa em uma viagem; Você sabe onde vai acabar, mas não o que vai acontecer ao longo do caminho. Você quer se surpreender”. Federico Fellini

3) Aos 19 anos, ele se juntou a uma trupe de vaudeville, viajando pela Itália e trabalhando principalmente como redator de gags e serviços gerais. Uma vez disse que “foi talvez o ano mais importante da minha vida”.

4) Matriculou-se na Universidade de Direito de Roma, mas não assistia as aulas. Usava a condição de estudante para fugir do alistamento militar.

5) Aos 17 ou 18 anos deixou sua casa e foi para Firenze onde trabalhou como revisor e cartunista.

6) Nas filmagens não se importava com o idioma que os artistas usavam já que dublava a maioria dos diálogos, muitas vezes usando outros atores. Acreditava que as vozes da maioria das pessoas não combinavam com sua aparência.

7) Era um grande fã de Stan Lee e da Marvel Comics e quadrinhos em geral. Aliás, um de seus primeiros trabalhos como redator foi a versão italiana para o quadrinho de Flash Gordon.

8) Era um perfeccionista que repetidamente refilmava cenas em um processo que normalmente demorava dois anos.

8½) A palavra paparazzo foi incorporada ao vocabulário do mundo ocidental graças ao filme “La doce vita”. O termo vem do personagem fotógrafo amigo de Marcello Rubini, que se chama Paparazzo. Fellini disse ter pego o nome de…

 

close

Assine nossa Newsletter

Política de Privacidade

GOSTOU? ENTÃO APROVEITA E ASSINA NOSSA NEWSLETTER

Assim você fica por dentro de tudo o que acontece em nossa escola

Política de Privacidade

Fonte
NY Times
Mostre Mais

Coord. Pedagógica

Equipe multidisciplinar composta por filósofos, psicólogos, sociólogos, antropólogos, semiólogos, zoólogos, paleontólogos, teólogos, epistemólogos, tarólogos, bacteriólogos, monólogos, ufólogos, podólogos e egiptólogos, responsáveis por definir os caminhos pedagógicos da Escola Nômade para Mentes Criativas,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao topo